segunda-feira , 17 junho 2024

2007 começa sem casos de dengue

2007 começa com uma ótima notícia no que se refere ao combate à dengue. Um levantamento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) mostra que nas últimas 12 semanas a cidade de São Paulo não registrou nenhum novo caso da doença. Isso comprova a eficácia das ações realizadas pelos agentes de controle de zoonoses a fim de eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue. A novidade também revela que o paulistano tem se engajado neste trabalho de prevenção que já aparece nas estatísticas.

No entanto, a manutenção deste quadro dependerá da continuidade desta parceria entre a SMS e a população. Com o aumento da temperatura, o maior volume de chuvas e a passagem de milhares de pessoas por zonas favoráveis à proliferação do mosquito transmissor, o risco de aparecimento de novos casos da doença sobe. Mas os especialistas alertam: a prevenção continua sendo o melhor caminho para manter a dengue longe de São Paulo.

As equipes da COVISA permanecem de alerta e mantém seu esforço continuo de orientação e de combate ao mosquito na capital. Contudo, no dia-a-dia a população deve também fazer sua lição de casa. Para acabar com os criadouros, basta incorporar à rotina hábitos simples, como eliminar locais de acumulo de água dentro de casa ou nas redondezas. Além disso, os paulistanos devem ter atenção redobrada aos sintomas que podem indicar a contaminação pela dengue. Esses sinais costumam aparecer de 3 a 15 dias após a picada e são muito parecidos com os da gripe. Caso você apresente febre e pelo menos dois dos sintomas destacados abaixo, evite a auto-medicação e procure o mais rápido possível uma unidade de saúde próxima de sua casa. Lá, os profissionais estão aptos a te atender com eficiência e qualidade.

Sintomas da dengue:

* Febre alta;
* Fraqueza;
* Prostração;
* Dores pelo corpo;
* Dor de cabeça (sobretudo atrás dos olhos);
* Manchas avermelhadas na pele

Hábitos simples que afastam o perigo da dengue:

:: Coloque areia ou vire ao contrário o prato dos vasos;
:: Tampinhas, latinhas, embalagens e copos descartáveis devem ser recolhidos e colocados no lixo;
:: Garrafas, baldes e vasos vazios devem estar virados de boca para baixo e protegidos da chuva;
:: Bebedouros de animais domésticos devem ser lavados com bucha e sabão e guardados quando não utilizados;
:: Caixas d’água devem estar bem vedadas e ser lavadas periodicamente;
:: Calhas devem estar limpas e desobstruídas para não acumular água;
:: Lajes não podem ter água empoçada. Retire a água da chuva e nivele a laje para que não forme poças;
:: Cacos de vidro que ficam que acumulam água devem ser retirados;
:: Bromélias, Espadas de São Jorge e outras plantas acumulam água. Portanto, não as deixe em locais abertos;
:: Pneus usados devem estar cobertos ou ser furados para não acumular água;
:: Piscinas devem estar permanentemente cloradas e tratadas
:: Entulhos em geral acumulam água. Jogue fora o que não tiver utilidade ou mantenha em local coberto.

SERVIÇO:

Programa Municipal de Combate à Dengue
Coordenação de Vigilância em Saúde/ Secretaria Municipal da Saúde (COVISA/ SMS)
Mais informações: Assessoria de Imprensa da SMS
Fones: 3218-4065/ 4068/ 4069/ 4070.

Fonte: Subprefeitura Jabaquara O que é AMA – Atendimento Médico Ambulatorial

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube