segunda-feira , 24 junho 2024

Conheça o Projeto Fábricas de Sonhos

O prefeito Gilberto Kassab anunciou na tarde desta quarta-feira (9) o projeto Fábricas de Sonhos, um complexo que vai abrigar os barracões das escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo, onde serão montados os carros alegóricos para os desfiles no Sambódromo. O Fábricas de Sonhos será instalada em terreno de 77 mil metros quadrados localizado entre a marginal Tietê e a rua Professor Joaquim Monteiro de Carvalho, a apenas 1 km do Sambódromo. O objetivo é profissionalizar o Carnaval paulistano, melhorando as condições de trabalho das agremiações, e acabar com os transtornos que os barracões espalhados pela Cidade causam aos moradores e ao trânsito em geral durante os deslocamentos dos carros alegóricos pelas ruas para os desfiles no Sambódromo.

“Esse projeto traz qualidade ao Carnaval. Dá oportunidade de formar mão-de-obra, capacitar recursos humanos e vem ao encontro do nosso objetivo de ter cada vez mais um Carnaval forte, inserido entre os grandes eventos culturais brasileiros e entre os melhores Carnavais do Brasil”, afirmou Kassab. A meta é entregar o Fábricas de Sonhos em 2009. Kassab estimou em R$ 10 milhões os custos do projeto.

O Fábricas de Sonhos deverá ter 14 áreas (uma para cada escola de samba do Grupo Especial) de 5.608 metros quadrados cada uma, e mais de 2 mil metros quadrados de vão livre. Outra novidade é a implantação do Barracão-Escola, que terá atividades extra Carnaval, para formação de cenógrafos, artistas plásticos, figurinistas, decoradores e iluminadores. Também haverá uma arena central para shows e exposições.

Para o Governo Municipal, o projeto resolve os problemas dos atuais barracos das escolas de samba e atende o mercado de trabalho da indústria do Carnaval, que reúne cerca de 130 mil pessoas. “Vamos construir o Fábricas de Sonhos para dar dignidade ao trabalho das escolas e garantir a sua profissionalização. Entendemos que o projeto atende às necessidades do samba, à legislação municipal e às exigências de zoneamento da Cidade”, comentou a secretária-adjunta municipal de Governo, Stela Goldenstein. Ela coordena o projeto juntamente com a SPTuris (São Paulo Turismo), empresa municipal encarregada de administrar o Sambódromo e fazer o Carnaval paulistano.

“Esse é o maior avanço que a Cidade poderia oferecer a nós, sambistas”, afirmou a representante da Liga das Escolas de Samba e presidente da Escola de Samba Mocidade Alegre, campeã do Carnaval do ano passado, Solange Bichara. “É um projeto que se materializa. Nosso Carnaval ganha mais identidade ano a ano”, ressaltou o presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho.

Após a apresentação do Fábricas de Sonhos, Kassab entregou a Chave da Cidade à Corte do Carnaval 2008. A Corte é formada pelo Rei Momo, Dirceu de Almeida (Unidos do Peruche); Rainha do Carnaval, Valeska Reis Salvador (Unidos de Vila Maria); Primeira Princesa, Thaís Palmares (Águia de Ouro); Segunda Princesa, Renata Souza Barbosa (Camisa Verde e Branco); Cidadão do Samba, Felipe José (Malungus); e Cidadã do Samba, Eunice Augusto Clemente (Barroca Zona Sul). A Corte foi empossada na última sexta-feira (4), após eleição no Grande Auditório do Palácio das Convenções do Anhembi, situado no complexo no qual está localizado o Sambódromo.

Fonte: Prefeitura da Cidade de São Paulo

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube