segunda-feira , 24 junho 2024

Hospital Municipal Terá Gestão Albert Einstein

O prefeito Gilberto Kassab vistoriou as instalações do Hospital Municipal de M`Boi Mirim, na Zona Sul da Cidade. As obras físicas do novo hospital estão concluídas. A unidade de saúde será administrada pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. O contrato de gestão do Hospital M`Boi Mirim deverá contar também com a parceria do Centro de Estudos e Pesquisas Doutor Amorim (Cejam), que já atua na área da saúde na Zona Sul. A previsão é de que o novo hospital, cujo nome homenageará o médico da comunidade judaica Moisés Deusth, comece a operar no primeiro semestre de 2008. Será o primeiro hospital municipal da região de M’Boi Mirim, e vai atender população estimada em mais de 500 mil pessoas.

“Para o orgulho da nossa administração, ofereceremos o que há de melhor em termos de parceria, um hospital público administrado pelo Albert Einstein”, afirmou Kassab. O prefeito de São Paulo explicou que o processo de escolha da instituição parceira foi feito com transparência, mediante aprovação na Câmara Municipal e de acordo com a legislação federal que regula a gestão dos equipamentos de saúde. “Foi um processo de seleção que preencheu todos os requisitos legais”, disse Kassab.

Agora, com a entrega das obras físicas do novo hospital pela Secretaria Municipal de Infra-Estrutura Urbana, começa a aquisição dos equipamentos médicos. Será feita pela Sociedade Albert Einstein. A Prefeitura fará o reembolso dos gastos, bem como acompanhará eventuais reposições necessárias, após a unidade entrar em funcionamento. “A nossa meta é prestar um atendimento de excelência. Com a equipe formada pelo nosso funcionalismo mais as dos parceiros envolvidos, poderemos chegar ao nível de prestação de serviços que almejamos”, destacou o prefeito.

A aquisição dos equipamentos levará em conta a funcionalidade operacional do hospital, procurando dar conforto aos pacientes. Um exemplo é a instalação de aparelhos suspensos – como na Sala de Parto 2, um dos setores inspecionados nesta quinta-feira por Kassab. Os equipamentos facilitarão a limpeza e agilizarão a circulação de pessoas dentro do hospital. Para o presidente da Sociedade Albert Einstein, Cláudio Luiz Lottemberg, assumir a gestão do novo hospital será um desafio. Exigirá aperfeiçoar ainda mais a experiência já adquirida em outras atuações da organização social na esfera pública.

“Este é um desafio que envolve uma soma de esforços. O Hospital Albert Einstein tem tradição de qualidade, o que significa oferecer segurança aos pacientes”, afirmou Lottemberg. Ele destacou o conhecimento de gestão de saúde acumulado. “A atenção e a prática não são novas para nós. Já temos experiência pública tradicional em outras parcerias, como nos Centros de Oftalmologia e de Ultra-sonografia instalados em Unidades Básicas de Saúde e o Programa Einstein na comunidade de Paraisópolis”.

O Hospital Municipal Moisés Deusth foi construído em terreno de 30 mil metros quadrados, localizado na Estrada do M`Boi Mirim, 5.203. São 27 mil metros quadrados de área construída. O estacionamento, com capacidade para 186 vagas, será ampliado posteriormente pelo Departamento de Edificações da Prefeitura, com a construção de 214 novas vagas. Oferecerá 400 vagas. Em pleno funcionamento, o novo hospital terá capacidade para internar cerca de 1.200 pacientes por mês e fazer 25 mil atendimentos de urgência mensais.

São três andares, nos quais se distribuirão todos os serviços médicos, incluindo centro cirúrgico com sete salas, centro obstétrico com cinco salas, berçário, UTI (infantil, adulto e neonatal), internação, suporte e apoio às atividades (farmácia, laboratório, salas de coleta, raio-x, ultrassom, tomografia, lavanderia, almoxarifado, refeitório e central de energia). As obras consumiram cerca de R$ 72 milhões.

Além dos casos de urgência, o novo hospital funcionará como unidade de atendimento geral, com oferta de consultas em diferentes especialidades, como clinica médica e cirúrgica, obstetrícia, ginecologia, pediatria e psiquiatria. Na maternidade, será oferecida atenção e assistência integral às gestantes de alto risco.

O Hospital de M`Boi Mirim será o segundo inaugurado pela atual administração municipal. O primeiro foi o Hospital Municipal de Cidade Tiradentes, na Zona Leste, entregue em julho. “Queremos conjugar qualidade no atendimento e facilidade de acesso aos serviços disponíveis num hospital deste porte, com inovação, modernidade e eficácia”, concluiu o secretário municipal de Saúde, Januario Montone.

Acompanharam Kassab durante os trabalhos de inspeção ao novo hospital os subprefeitos Lacir Baldusco (M’Boi Mirim) e Beto Mendes (Cidade Ademar).

Fonte: Prefeitura da Cidade de São Paulo

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube