terça-feira , 27 fevereiro 2024

Não despache filme fotográfico na bagagem!

Os fabricantes de produtos fotográficos alertam aos passageiros de empresas aéreas: se o despacho da bagagem é feito antes de entrar na aeronave, os filmes não revelados devem ser mantidos na bagagem de mão.
A advertência deve-se ao fato de os principais aeroportos do mundo estarem adotando equipamentos com tecnologia de escaneamento, que utilizam uma combinação de RAIOS -X e tomografia computadorizada (scanCAT) para detectar bagagens suspeitas.
Ao detectar algo fora dos padrões permitidos, este equipamento aciona um dispositivo de escaneamento de alta potência, capaz de danificar os filmes não revelados, tornando-os opacos ou deixando marcas irreversíveis.
É importante destacar que este novo equipamento de inspeção prejudica não apenas os filmes não revelados, como também aqueles que não tenham sido expostos com uma câmara.
Mas os danos serão visíveis apenas no momento em que os filmes forem processados num laboratório fotográfico.
Para evitar qualquer surpresa, algumas sugestões bastante simples são mencionadas a seguir:

  • Não mantenha filmes virgens ou não revelados na bagagem que será despachada;
  • Seus filmes e câmaras devem ser transportados em sua bagagem de mão;
  • A maioria dos equipamentos de RAIOS-X utilizado na inspeção de bagagens de mão gera um nível de radiação seguro para quase todos os filmes fotográficos, mesmo quando são feitas múltiplas inspeções;
  • Quando filmes de alta velocidade (ISO 400 ou maior) são transportados e têm de passar por várias inspeções com RAIOS-X o passageiro deve solicitar inspeções manuais;
  • Caso os filmes não possam ser carregados na bagagem de mão, providencie o envio por uma empresa de transporte de carga credenciada. O passageiro deve exigir a garantia de que seus filmes não serão submetidos a inspeções por RAIOS-X.

Fonte: Kodak

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube